BLUE NAS REDES

converse com um consultor (11) 3805-5074 Escritórios

14.06.2020

Rodrigo Carvalho - Redator da Blue

CORONAVÍRUS: MALTA ANUNCIA REABERTURA TOTAL DO AEROPORTO A PARTIR DE 15 DE JULHO

O primeiro-ministro de Malta Robert Abela anunciou neste domingo (14/06) que as medidas do plano de emergência de saúde pública declarado no auge da pandemia da COVID-19 serão removidas nos próximos dias.


Em uma entrevista para  a ONE TV na presença de jornalistas do MaltaToday, The Malta Independent e NET, Abela revelou que a partir de 15 de julho, todos os destinos de viagens estarão liberados.


No último dia 5 de junho, o governo maltês já havia divulgado uma lista de 18 países com livre acesso a Malta. Agora, mais seis países foram adicionados à lista de destinos seguros quando o aeroporto reabrir oficialmente em 1º de julho.


Itália, França, Polônia, Espanha, Croácia e Grécia serão todos adicionados à lista, embora ainda existam restrições a voos de determinadas regiões da França, Espanha e Itália, incluindo o norte da Itália.


Abela afirmou que o encerramento do plano de emergência significa também o fim de todas as outras  restrições relacionadas à COVID-19 no país. Com isso, o limite de 75 pessoas que havia sido definido anteriormente para reuniões públicas será completamente anulado, ou seja, eventos de grande porte poderão ocorrer novamente.


Vale reforçar que o fim das restrições no aeroporto será gradual: em 1º de julho, apenas para os 24 países listados acima e, a partir de 15 de julho, para todos os destinos restantes. As restrições nos portos de Malta também serão retiradas em julho.


IMPORTANTE: a abertura do aeroporto valerá apenas para os países que já conseguiram controlar o surto de coronavírus e achatar a curva de contágio. Infelizmente, o Brasil ainda não se enquadra nesse critério e terá que aguardar um pouco mais. No entanto, a Comissão Europeia também cogita a possibilidade de abrir exceções a essa regra e permitir a entrada de estudantes internacionais, visto que esse público é essencial para a movimentação da economia. A Blue acompanhará de perto os desdobramentos dessa decisão e informaremos assim surgirem novidades!


Questionado se o fim do estado de emergência de saúde pública influenciaria também o uso de máscaras, Abela disse que o uso sempre foi baseado nas diretrizes de saúde pública e não em qualquer obrigação legal de usá-las. Ele reforçou que o ideal é continuar seguindo as orientações das autoridades de saúde, mas caso seja  necessário, essas diretrizes seriam reavaliadas.


Abela enfatizou que o sucesso do plano de emergência de Malta foi reconhecido por todos.


"No momento, há 36 casos ativos e a taxa de mortalidade continua baixa", disse ele.


O primeiro-ministro também destacou que os incentivos econômicos do governo foram decisivos para salvar empregos e a preparar negócios para a fase de recuperação.


----


Só nos resta parabenizar Malta pela maneira brilhante com a qual tem enfrentado a crise do coronavírus. 


E você, futuro intercambistas, poderá desfrutar muito em breve deste destino fantástico. Estude inglês em um cenário repleto de história, cultura e cenários paradisíacos. Agende uma conversa com o seu Consultor Blue aqui.

VOCÊ TAMBÉM PODE SE INTERESSAR

  • 27.07.2021

    Rodrigo Carvalho - Redator da Blue

    IRLANDA: Cuidadores de Idosos e outros profissionais da saúde poderão solicitar visto de trabalho (Descubra se você está na lista).

    Ótima notícia para intercambistas que desejam prolongar a estadia na Irlanda. De acordo com as alterações no sistema de vistos de trabalho anunciado pelo governo,  lar...

    LER MAIS
  • 11.07.2021

    Rodrigo Carvalho - Redator da Blue

    5 LUGARES INCRÍVEIS PARA ACAMPAR NA IRLANDA

    Que a Irlanda é um país de natureza exuberante, repleto de montanhas, lagos e praias incríveis, você provavelmente já sabe. Então, que tal desfrutar de toda essa beleza em um ac...

    LER MAIS
  • 05.07.2021

    Rodrigo Carvalho - Redator da Blue

    DICAS PARA ECONOMIZAR NO SUPERMERCADO DURANTE O INTERCÂMBIO

    As compras no supermercado são uma das principais despesas de um intercambista. Ao contrário do Brasil, onde costumamos fazer compras mensais, na Europa, as idas ao mercado costumam ...

    LER MAIS
FALE CONOSCO