06.11.2019

Rodrigo Carvalho, redator da Blue

Intercâmbio em família: como nos organizamos

Fazer um intercâmbio, aprender uma nova língua, ter a oportunidade de conhecer outros países e encher o passaporte de carimbos. Se você chegou a este post, é provável que essas coisas estejam em sua lista de desejos. 
Mas, aí no meio do caminho, surgiu uma gravidez, um bebezinho e agora você acha que isso virou um sonho distante. 

Não é o que pensa a família Pretti. 

Bruno e Luanna ganharam centenas de seguidores no Youtube à frente do canal “Casal em Dublin”, que mostrava a rotina dos dois durante o intercâmbio na Irlanda. Alguns anos depois, agora no comando da Blue Intercâmbios, eles (que hoje são casados) decidiram repetir a dose. Acabaram de se mudar de mala, cuia e fraldas para uma temporada na nossa querida Malta.
O dono das fraldas é o Romeo, que é uma fofura. Agora, o Casal Dublin acionou o modo “Família em Malta” e está registrando tudo nos perfis do Instagram, Facebook e no Canal do Youtube da Blue Intercâmbios

Sabemos que viajar com um bebê pode ser um desafio e causar muitas dúvidas. Mas, a Blue nunca deixa você na mão. A nossa “Família em Malta” entende tudo desse assunto e preparou uma listinha de dicas essenciais pra você realizar o sonho de fazer um intercâmbio em família sem maiores imprevistos. Apertem os cintos e embarquem com a gente nessa!




Preparativos pré viagem



* Converse com o pediatra: é sempre bom ouvir os conselhos do seu médico sobre a alimentação do seu baby, necessidade de vacinas e remédios úteis para levar na mala.

* Não esqueça o seguro-viagem:  o item mais importante dessa listinha. É muito reconfortante ter a quem recorrer caso o seu bebê precise de cuidados médicos. Gripes, alergias, febre ou cólicas são probleminhas comuns (e contornáveis), principalmente nas mudanças de ambiente e clima. A Blue providencia um ótimo seguro-viagem para sua família.

* Revise todos os documentos: Bebês não pagam passagem aérea, mas precisam de passaporte para viagens internacionais fora do Mercosul. Faça um checklist básico nos documentos do bebê e, claro, dos papais também!

* Faça check-in antecipado: é extremamente importante garantir o check-in da família inteira com antecedência para ganhar tempo no aeroporto. Com um bebê, você terá coisas mais importantes para se preocupar. 

No aeroporto:




* Vá ao banheiro/fraldário do aeroporto antes do embarque: o ideal é que o seu bebê embarque com fraldas bem sequinhas. Por isso, aproveite a ida ao fraldário para dar uma última olhada, passar um creme antiassaduras e trocar as fraldas, se necessário.  

* Confirme o seu portão e assentos: muita atenção a esse detalhe. Embora o portão esteja indicado no seu cartão de embarque, é muito comum que ocorram alterações de última hora dessas informações. Certifique-se que o seu portão de embarque, assim como os assentos, coincidem com a informação indicada no bilhete. 

* Despache o carrinho do bebê antes de entrar na aeronave:  A maioria das companhias aéreas permite que pais e responsáveis despachem carrinhos de bebê na porta da aeronave sem custo adicional. Lembre-se de pedir para que o carrinho seja etiquetado para facilitar a identificação na chegada ou a localização em caso de extravio (que infelizmente podem acontecer).

* Aproveite a facilidade do embarque prioritário: Esse momento é nosso, Brasil! Passageiros com crianças de colo tem direito a embarque prioritário. Ótimo para se acomodar com mais tranquilidade e sem aquele tumulto que causa estresse no bebê.

No avião:



* Vista o bebê com roupas confortáveis: sei que às vezes é tentador vestir o seu amorzinho com aquele look estiloso para chegar arrasando na Europa, mas, em um voo tão longo, é melhor priorizar o conforto. Roupas leves e fresquinhas são a melhor pedida. 

* Leve fraldas e roupas extras para o bebê (e para você!): esteja preparado para muito xixi e cocô durante o voo. E também para a possibilidade do bebê vomitar (talvez em você). Por isso, leve sempre uma blusa extra para a mamãe ou papai também.

* Providencie distrações para ele: voos internacionais podem durar uma eternidade, principalmente para crianças. Leve brinquedos e lembre-se de baixar filmes, desenhos e joguinhos no celular ou tablet para mantê-lo ocupado, tranquilo e de bom humor.

* Não esqueça as comidinhas:  comida de avião não é a alimentação mais indicada para crianças. Prepare lanchinhos leves e saudáveis: frutas, papinhas, sucos. A saúde do seu pimpolho agradece. 

* Proteja os ouvidinhos: Amamentar, dar mamadeira, chupeta ou incentivar seu baby a mastigar ajuda a aliviar a dor no ouvido causada por mudanças de pressão dentro do avião. 

* Não ligue para os chatos: mesmo com todos os cuidados e precauções, é inevitável que seu bebê fique irritado e comece a chorar durante o voo. Não se sinta intimidado(a) pelos olhares de reprovação dos outros passageiros. Você está dando o seu melhor. Tente acalmar o bebê e, se preciso, peça auxílio dos comissários de bordo. Todos estão sujeitos a momentos de estresse. Tenha em mente que esse é um momento passageiro e tudo vai valer a pena quando você chegar ao seu destino dos sonhos com a sua família.

Seguindo essas dicas, tenho certeza que vocês terão uma viagem muito mais tranquila! Você pode começar o seu planejamento entrando em contato com o Team Blue aqui.

Ah! Quer ver como foi o embarque da família Pretti para Malta? Saiba o vídeo completo aqui: